Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

A FLOR E A INDIFERENÇA

Imagem
Adicionar legenda Vejo uma flor que se abre Com sutileza fiel, No nicho da indiferença Gente passando a granel; Mas por diversos fatores, Neste desfile de atores Cada um tem seu papel.                                   PedrO M.

ENCANTOS DO AMOR

Imagem
Sou capaz de amanhecer Debruçado na janela, Se tiver preso na goela Um sussurro de prazer. Pois eu jamais quero ser Um sujeito entristecido, Num relato comovido Falo sem nenhum pudor: Pelos encantos do amor A vida tem mais sentido! PedrO MonteirO

SONHO RETORCIDO

Imagem
Sonhar é dom de poeta Por um mundo horizontal, É tirar do travesseiro Num rito memorial, As ações libertadoras Pelas práticas promotoras De justiça social. O sonho, por vezes, vem Em forma de pesadelo, Nos reviramos na cama Apoiando o cotovelo, Neste grande rapapé, Arrepiamos até O último fio do cabelo. Sonhei que passando em frente Ao Congresso Nacional, Ouvia forte balbúrdia De baixaria infernal, Um fato só comparado Com alguém determinado À violência letal. Ante aquela gritaria Repleta de palavrão: Golpista, filho da puta, Mentiroso, canastrão, Assassino, terrorista, Traficante, vigarista, Corrupto, corno e ladrão... Fiquei muito apreensivo Depois dessa saraivada, Talvez porque minha mente Não tivesse acostumada Com tremenda discussão Era inicio de sessão, Só era feito a chamada! PedrO MonteirO

DIA DA POESIA

Imagem
Eu venho lhe desejar Muita paz e alegria, E vida em erudição De plena sabedoria. Ao dom da divina calma, Sinta um afago na alma Neste dia da poesia.