terça-feira, 20 de outubro de 2020

DIA DO POETA













O mundo sente o furor
do feitiço da navalha,
como antídoto da dor
a poesia não falha.

sob um cenário de morte
a resistência é a seta
por sapiente consorte
entre o lutar e a meta.

Que não falte valentia
no cortar da minha fala,
sou voz que não silencia
porque poeta não cala!

Nenhum comentário: