segunda-feira, 31 de outubro de 2016

INDIFERENÇA


Adicionar legenda











Vejo uma flor que se abre
Com sutileza fiel,
No nicho da indiferença
Gente passando a granel;
Mas por diversos fatores,
Neste desfile de atores
Cada um tem seu papel.

PedrO MonteirO

ENCANTOS DO AMOR















Sou capaz de amanhecer
Debruçado na janela,
Se tiver preso na goela
Um sussurro de prazer.
Pois eu jamais quero ser
Um sujeito entristecido,
Num relato comovido
Falo sem nenhum pudor:
Pelos encantos do amor
A vida tem mais sentido!


PedrO MonteirO