segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

SÃO PAULO MULTICOR




SÃO PAULO MULTICOR - MILTON JUNG






Minha São Paulo querida
Berço da desenvoltura,
Alavancando o progresso
De renomada estatura,
Na meiguice ou na crueza,
Sua imponente beleza
Tem diversão e cultura.

Quando um imigrante deixa
Para trás a sua terra,
Seus costumes, sua gente,
Seja na paz ou na guerra,
Na tristeza ou na alegria,
São Paulo é a garantia
De quem mirando não erra.

Cada migrante que chega
Trazendo seu predicado,
Ajuda na construção
Desse importante legado,
Com essa atitude boa,
Hoje a terra da garoa
Tornou-se berço afamado.

Entre adotivos e natos
Ela não faz distinção;
Valoriza a quem batalha
Ganhando honesto o seu pão,
Quem vai à luta, ela ampara;
Quem não vai, ela equipara
A os caídos no chão.

Beijo a face multicor
Dessa torre de babel,
Para o seu aniversário
Quero pintar um painel
Com as cores da emoção,
Gravadas no coração
Nestes versos de cordel.

Autor: PedrO MonteirO

POEMA DECLAMADO POR MILTON JUNG DA RÁDIO CBN - SP
https://miltonjung.com.br/2016/01/09/conte-sua-historia-de-sao-paulo-o-cordel-da-cidade-multicolorida/SÃO PAULO MULTICOR - MILTON JUNG

RÁDIO BRASIL ATUAL

3 comentários:

Carlos Silva disse...

Quando deixarão de perseguir a cultura popular? quando?.

Essa carta enviei ao Prefeito de Salvador em Dezembro de 2013:

Carta para ACM neto
Carlos Silva Prezado amigo, faça circular essa carta que acabei de postar na página do Prefeito ACM NETO.

Exmo.Sr.Prefeito, Antonio Carlos Magalhães Neto por favor. Em respeito á cultura secular do cordel,por amor á cultura Baiana e Brasileira, Não retire da praça Cairú a Banca de cordel, pois lá é um ponto de referencia de encontro de todos os nossos poetas e cantadores da Cultura popular, Vamos fazer uma gestão que seja do agrado de todos. A poesia de cordel está sendo vista como uma revolução na educação.Participei do Seminário do cordel na UNEB - Campus Uneb De Irecê, e este setor acadêmico da Bahia teve como tese nos três dias de seminário , a literatura de cordel.

Reveja essa situação, e informe-se mais sobre essa nossa riqueza cultural admirada no mundo inteiro. SALVADOR SERIA A PRIMEIRA CAPITAL DO BRASIL, A PERSEGUIR A CULTURA POPULAR E SEUS ARTISTAS, COM A HISTÓRICA IMPORTÂNCIA QUE ELA TEM PARA O RESTO DO PAIS E DO MUNDO?
Espero que o Sr.aja de bom senso e não se deixe levar por alguns que acham que a poesia de cordel, o artista popular, não tem importância cultural para o nosso Estado.

Carlos Silva - poeta e cantador, da VILA DE ITAMIRA, município de Aporá,-Litoral norte da Bahia, escrevo em nome de todos os poetas da oralidade escrita e cantada da nossa poesia da Bahia.(75-3448-1159)

Eis aqui, alguns dos defensores da nossa arte de cordel na Bahia.

Vejam só nobres amigos
O Meu discurso afinal
Pra defender o cordel
A cultura e coisa e tal
Botarei nome na lista
Pra eleger um cordelista
Pra deputado estadual

Resultado?
A banca foi retirada, e não existe previsão se vão arrumar um local devidamente apropriado para exposições dos livretos de tantos cordelistas.
Itamira, 05 de Fevereiro de 2014
Foto

Alinhavos de PedrO MonteirO disse...

Esses caras não sabem o que é cultura?
Infelizmente, cultura para eles é que, para nós, chamamos de ostentação!

Alinhavos de PedrO MonteirO disse...


A maior prova de amor
à obra do criador
é dar ao mundo beleza,
tendo sua ocupação
com melhor integração
entre homem e natureza.