sábado, 25 de agosto de 2018

O TOSTÃO DA DISCÓRDIA

 



Escrevi em parceria com o Poeta Marco Haurélio O TOSTÃO DA DISCÓRDIA, Cordel publicado pelo selo Rouxinol do Rinaré Edições, a capa é de Eduardo Azevedo.

Estrofes iniciais:

Avareza é, para a Igreja,
Um pecado capital.
Teimosia é um defeito,
Como não há outro igual
E a esperteza é virtude
Que não conhece rival.

Nesse mundo desconforme,
Manda aquele que mais tem.
O pobre passa apurado
Para juntar um vintém,
Chorando a falta de sorte,
Até que um dia ela vem.

Por isso, vamos contar
Uma história interessante,
Sucedido há muito tempo
Numa paragem distante,
E versa sobre a avareza
De um rico comerciante.

O seu nome, João Caiado,
Maioral da região,
Quando alguém lhe perguntava
Segredos da profissão,
Depressa ele respondia:
— Tem que saber dizer não!

Para ele era a palavra
Sua maior garantia.
Se alguém lhe devesse algo,
Jamais o perdoaria
Enquanto não recebesse,
Qualquer que fosse a quantia.

(.)...