sábado, 29 de agosto de 2015

DOIDO DE SAUDADE













A saudade matadeira
É pedra de baladeira
Acertando passarinho;
Com plumas de porco-espinho,
Sem timidez, ela ataca,
Transforma em briga de faca
A segurança do ninho.


PedrO MonteirO

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

CAMINHO SOLIDÁRIO























Mesmo sobre as águas turvas,
Seja o lume necessário
Na descoberta das curvas
Do caminho solidário;
O bem é dádiva de Deus
E o feito irá para os seus
Registros no prontuário.

PedrO MonteirO




Créditos da imagem: https://www.google.com.br/search?q=solidariedade+mecanica&safe=active&espv