quinta-feira, 2 de julho de 2015

CUMPLICIDADE

Procurar felicidade,
Reabraçar a bonança,
É arder velhos caminhos
Nas chamas da esperança.
Como uma planta regada,
Numa relação pautada
No respeito e confiança.
PedrO MonteirO

segunda-feira, 29 de junho de 2015

AROMA DA VIDA


Sinto um aroma silvestre 
na brisa que nos apraz, 
superando dissabores 
de uma ganância voraz. 
A natureza clamando 
e a mão do homem podando 
meigo sorriso de paz! 

O porvir de um novo tempo  
com paisagem colossal, 
jamais será concebido 
nessa distância abissal, 
mas revendo posições, 
dando a todos, condições 
de uma vida sem curral! 

Vislumbro uma flor teimosa 
nas sendas da paciência, 
ante a presença do homem 
no revés da coerência. 
Só pela luz do saber, 
que a mãe terra há de ser  
jardim da nossa existência. 

PedrO MonteirO 

domingo, 28 de junho de 2015

OLHAR

Num olhar pode conter
Um gesto de cortesia,
Ou destilar avidez
No prumo da tirania!
Na colheita de quem planta,
Vem o poeta e decanta
Sua visão em poesia.