quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

DIZER

Dizer e não pedir segredo
É libertar sentimento,
Mas não perder o momento
De formular seu enredo;
É não abraçar o medo
De cumprir sua missão.
É fazer sempre a lição
No manto da coerência,
E transformar divergência
Num bom aperto de mão.

É sempre erguer a cabeça
E vislumbrar patamares,
Mas escolher os lugares,
Que só o bem lhe aconteça,
Para que não desmereça
O seu senso de bondade,
É manter simplicidade,
Cultivando a emoção
E nutrir no coração
Amor e fraternidade!