segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

SÃO PAULO MULTICOR




SÃO PAULO MULTICOR - MILTON JUNG






Minha São Paulo querida
Berço da desenvoltura,
Alavancando o progresso
De renomada estatura,
Na meiguice ou na crueza,
Sua imponente beleza
Tem diversão e cultura.

Quando um imigrante deixa
Para trás a sua terra,
Seus costumes, sua gente,
Seja na paz ou na guerra,
Na tristeza ou na alegria,
São Paulo é a garantia
De quem mirando não erra.

Cada migrante que chega
Trazendo seu predicado,
Ajuda na construção
Desse importante legado,
Com essa atitude boa,
Hoje a terra da garoa
Tornou-se berço afamado.

Entre adotivos e natos
Ela não faz distinção;
Valoriza a quem batalha
Ganhando honesto o seu pão,
Quem vai à luta, ela ampara;
Quem não vai, ela equipara
A os caídos no chão.

Beijo a face multicor
Dessa torre de babel,
Para o seu aniversário
Quero pintar um painel
Com as cores da emoção,
Gravadas no coração
Nestes versos de cordel.

Autor: PedrO MonteirO

POEMA DECLAMADO POR MILTON JUNG DA RÁDIO CBN - SP
https://miltonjung.com.br/2016/01/09/conte-sua-historia-de-sao-paulo-o-cordel-da-cidade-multicolorida/SÃO PAULO MULTICOR - MILTON JUNG

RÁDIO BRASIL ATUAL